17 de nov de 2011

Mala de Intercambio - Aprenda a fazer a sua


Fonte: http://viajarmaisbarato.com/2010-viagens-baratas-38/


Uma vez, na véspera de viajar para Europa num intercambio, uma amiga me perguntou o que era importante levar em sua mala. Realmente, uma mala de 2 a 12 meses de programa (trabalho ou estudo) parece pouco com mala de férias por assim dizer.

Depois umas 2 horas de conversa, ela tinha uma lista que nem eu tinha imaginado que era possível ser feita. Mas foi tudo que eu consegui me lembrar de ter sido útil durante o tempo que passei fora.

Depois de fazer quatro programas (dois verões e dois invernos) desse tipo eu acho que atingi um nível de exigência quanto ao que levar ou deixar em casa. Você sabe que não pode levar tudo, e também tem que ter espaço para levar de volta o que trouxe e mais o que comprou, e obviamente, critério para deixar para trás os descartáveis. Sem esquecer que todo estudante em viagem desse tipo tem uma verba reduzida, e, portanto qualquer economia é bem vinda.

Tentei reproduzir o que me lembrei abaixo. É claro que nem tudo é extremamente necessário, mas traz conforto e conveniência. E às vezes quando se esta só em lugar desconhecido e sem família ou amigos próximos por perto, o que tiver na mala para ajudar é bem vindo.

Vale lembrar que uns 30 % dessa lista você pode ir ao centro da cidade, feirinha e ambulantes e comprar tudo a um preço simpático. Afinal gastar dólar (ou euro) com cabide de roupa dói o bolso de qualquer ser humano.

Na mochila:

- Etiqueta de identificação de bagagem com seu nome e endereço da onde vai;

- Fotos de família e amigos queridos;

- O endereço e o telefone da escola e da família hospedeira ou do dormitório. Se houver qualquer atraso ou mudança no seu vôo, lembre-se de avisar a família e a escola;

- $$ em três formas: em espécie, travelers check e cartão de crédito.

- Caderno de anotações. Quanto menor, melhor para carregar;

- Carteira internacional de estudante. Na Europa você economiza muito em passeios utilizando os descontos, principalmente em museus;

- Agenda pequena. Com rotina nova é mais fácil esquecer-se das coisas;

- Copia colorida do passaporte (plastificada). Fica ótimo para sair à noite e não ter que levar todos os documentos originais;

- Xerox de documentos que podem ser importantes;

- Fotos 3x4 ou 5x5;

Pessoais:

- Remédios que você esta acostumado a tomar e uma receita com o carimbo do seu medico. Um termômetro vai bem também;

- Mini roupão de banho. Imagina você ter que separar tudo que vai vestir toda vez que for tomar banho? E se arrumar dentro do banheiro “limpinho” que todo mundo divide? Sair de toalha pelo corredor pode não ser apropriado principalmente se tiver visita de quem mora com você...;

- Mínimo de jóia possível. Evita dor de cabeça com furto e segurança dos seus pertences;

- Chinelos Havaianas. Sempre bem vindas e ótimas para usar em chuveiro comunitário;

- Pequenos souvenirs do Brasil para trocar com seus novos amigos do mundo, caixa de bombom Garoto já vale;

- Depilador elétrico, tipo satinele . “Manutenção feminina” no estrangeiro é cara;

- Xampu e condicionador. Porque comprar se pode levar de casa?;

- Pasta de dente. Porque comprar se pode levar de casa? Mais uma economia;

- Guarda-chuva. Aquele pequeno de viagem mesmo que vende no camelo.

- Mochila pequena para mini-viagens;

- Canga. Multi-uso! Para vestir, ir à praia e fazer para picnic nos parques;

- Toalha de corpo e rosto. Aquela velhinha em casa que você pode deixar para trás;

- Se tiver óculos, receita médica em caso de perder ou quebrá-los.

- Pijama para frio e calor, você nunca terá total controle do ar condicionado da casa;

- Roupa de ginástica, ou vai voltar com mais uns kg a mais?

- Roupa mais formal para qualquer ocasião. Uma vez eu fui convidada para um casamento e passei um sufoco para comprar um vestido e uma sandália. Sem carro, $$ e shopping por perto fica difícil se virar nessas situações;

- Um bom plano de saúde de cobertura internacional. O ideal aqui é pesquisar o que o plano oferece de ajuda durante uma emergência no endereço em que você estiver. Veja qual o hospital mais perto que eles atendem, ou se vão a casa;

- Kit manicure. “Manutenção feminina” no estrangeiro é cara, ah e inclua uma pinça;

- Kit cabelo: secador e chapinha. De novo, “Manutenção feminina” no estrangeiro é cara;

- Boa seleção de roupas básicas. Não precisam ser tantas, pois você terá onde lavar, e sempre acaba comprando mais. Invista nos acessórios, que são pequenos e diferenciam seu visual;

- Malas leves e com rodinhas, afinal quem vai carregá-las é você!

- Se for para lugar de frio não leve casaco do Brasil, prefira comprar um casaco no lugar pois as roupas do Brasil geralmente não suportam essas temperaturas mais intensas. O mesmo para os sapatos que não suportam umidade e neve.

Para o seu canto:

- Cabides para roupas especiais e de trabalho;

- Espelhinho. Quarto de alojamento normalmente não tem um;

- Roupa de cama e banho (incluindo travesseiro) Residência estudantil normalmente não oferece;

- Varal de viagem. Roupa de banho, calcinha e sutiã estragam em secadora;

- Bandeira do Brasil: afinal essa é a sua a chance de representar seu pais quebrando o estereótipo samba, mulata, carnaval, futebol;

- Pequena lâmpada de leitura (ou lanterna). Seu colega de quarto irá agradecer a noite quando você chegar de madrugada e não precisar acender a luz do quarto;

- Mini relógio para a cômoda com despertador;

- Canetinha preta tipo pilot. Para marcar a sua comida na geladeira e dispensa comunitária;

- Mapa da cidade, ótimo para ter uma idéia de quanto vai sair o preço do taxi;

- Transformador para tomada;

- Um bom livro;

- Cadeado. Proteger pc, câmera, $$, documentos não custa nada.

- Videocamera para o skype. Se bem que hoje tem telefone com os dois...;

- Uma oração, santinho, medalha. Seja lá qual for seu credo um dia você vai passar um perrengue de viagem (afinal todo mundo tem o seu) e é bom ter um apoio espiritual. Qualquer que seja ele;

- Uma nécessaire grande para levar e trazer do banheiro comunitário. Ou simplesmente estacionar num cantinho do armário do banheiro. Uma bolsa fechada com zipper inibe o “livre” compartilhamento dos seus produtos de higiene pessoal;

- Tupperware. Ótimo para economizar com comida. Dá para fazer sanduíche, colocar umas frutas e levar de casa para o trabalho ou aula.

- Um rádio, pequeno mesmo, daqueles que vendem no camelo. Ipod não toca as rádios locais.

- Post it / durex / tesoura sem ponta (pode ser a de criança mesmo).

 
Lembre-se que o importante é começar a arrumar sua mala com calma. Não deixe para o ultima hora, pois tem coisas que você vai lembrando aos poucos.

Lembrou de alguma coisa que já "salvou sua vida"? Comente aqui!


Nenhum comentário:

Postar um comentário