16 de ago de 2013

Disseram que eu voltei americanizada II

Fonte:  www.carmenmiranda.com.br

Depois de publicar o primeiro post aqui, achei no meu bloquinho do celular mais algumas sugestões que tinha anotado. Lembrando que nem eu me identifico com todas, só achei interessante colocar tudo que recebi na minha pesquisa informal.



                                                      Trilha sonora que serviu de inspiração


Segue a continuação:

1.       Já pintou uma parede na sua casa. O acabamento ficou uma porcaria, mas foi melhor do que pagar a grana que te cobraram;
2.       Tem seu late night show preferido;
3.       A sua novela das oito virou algum reality show no canal Bravo, TLC ou E!;
4.       Já assistiu uns 5-10 filmes com Will Ferrell e até começou achar mais graça das comedias norte-americanas;
5.       Deixa a casa aberta, carro aberto com coisa dentro...Sem botar o lap-top no porta-malas!
6.       Tem alguns biquínis americanos para não arrasar em eventos sociais e já aprendeu que quem usa sunga na praia é Europeu ou homossexual;
7.       Já acostumou que seu vizinho não fala bom dia, mas não é tão antipático. Ele só mantém a distancia para chamar a policia se o seu radio estiver alto ou você resolver fazer uma fogueira ilegal;
8.       Aprendeu a fazer unha, cabelo e depilação em casa;
9.       Reconhece qualquer brasileiro numa multidão de estrangeiros;
10.   Já perdeu o receio de comprar coisas na internet e ter o cartão clonado;
11.   Bota gasolina no carro com toda a intimidade;
12.   99% das vezes vai ao Mall, é comprar presentes para quem está no Brasil;
13.   Tem um amigo que tem tanta coisa no carro que você tem certeza que ele mora ali mesmo;
14.   Ainda bate palma quando começam a cantar “Happy birhday”;
15.   Não se acostuma com o restaurante fechando às 21h;
16.   Ainda não entende como gostam de Root Beer e Twizzlers;
17.   Já ganhou 5 dólares na raspadinha e achou que ficou “rycah” por causa da conversão;
18.   Sabe que quando os americanos se referem ao tal “Brazilian time” é o mesmo que chegar atrasado;
19.   Você acredita que vai se aposentar no Brasil mesmo sabendo que não será o mesmo Brasil que você deixou para trás. Aliás, toda vez que volta já observa: “Nossa como isso aqui mudou”.
20.   Fica envergonhado pela nação quando assiste Brazilian Butt Lift infomercial na TV. E o pior, seus amigos no trabalho perguntam se funciona.
21.   Sabe que seus amigos Americanos não perderiam uma boquinha na sua casa, pois não é todo dia que degustam o “true Brazilian BBQ” na faixa;
22.   Se sente invadido com dois beijinhos molhados na bochecha;
23.   Não se veste tão formal para o trabalho e já se acostumou com a vizinha cinquentona do cubo ao lado vestindo minissaia jeans branca logo de manha cedo;
24.   Você se pega pensando em inglês;
25.   Em noites de exaustão seu cérebro relaxa e você acaba falando em português com quem só te entende em inglês;
26.   Acredita que toda que qualquer fila, por menor que seja, é o símbolo máximo de ineficiência;
27.   Dispensa qualquer promoção de Mcdonalds para comer no Five Guys;
28.   Tem a mão o endereço do mercadinho brasileiro mais próximo;
29.   Sabe que apresentar e convencer alguém a comer o chicken lettuce wrap do PF Changs é difícil mas vale a pena;
30.   Troca qualquer Haagen darz por um sorvertinho personalizado da  Cold Stone Creamery;
31.   Tem a certeza que vai ver 98% do Campeonato brasileiro no Globo Internacional por compactos ou reprises;
32.   Ainda no quesito futebol, depois algum tempo escutando narrações locais (leia-se: canal latino ou ESPN com algum britânico) você admite que sente falta da emoção do Galvão;
33.   Sabe exatamente porque americano não pega um penny do chão virado em coroa (não é preguiça);
34.   Quando escuta um "Talvez" sabe que está mais para um não do  que um sim (a pessoa só está sendo só  educada com a sua tentativa de dar um "jeitinho";
35.   Dirige exatas 7 milhas acima do limite porque esse é  o “actual flow” em que o povo dirige  na auto-estrada sem medo de tomar multa (dependendo do estado esse limite pode mudar);
36.   Já se acostumou a receber ofertas de cartão de crédito e toneladas de propagandas no correio e colocar o envelope inteiro no lixo logo em seguida;
37.   Já tem na cabeça uma resposta padrão para: “Você pensa em voltar para o Brasil?” e “Você prefere morar aqui ou lá?”;
38.   Já comemorou muitas festas de família pelo Skype;
39.   Volta do Brasil com a mala cheia de temperos, carne seca, goiabada, chocolate, biquíni, artesanatos e roupas lindas que você nem sabe como vai lavar;
40.   E por fim, defende criticas ao Brasil e os EUA igualmente, afinal os dois países agora fazem parte da sua vida.

Lembrou-se de mais alguma?  Compartilhe aqui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário