6 de fev de 2011

Terrible Towel versus Cheeseheads*

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Super_Bowl_XLV


Hoje é dia de Superbowl nos EUA!!! A famosa final do Campeonato Nacional de Futebol Americano.

Mas porque diabos eu estou escrevendo sobre isso? Bem, para mim, é um dia de absoluta celebração, vejam bem, hoje é também o ultimo dia de temporada de futebol dentro da minha casa! Finalmente vou ter um descanso de ESPN nos domingos! UUUHHUUUU
Só em Setembro tudo começa de novo...

Eu gosto de esportes e até entendo um pouquinho de futebol americano - tive que aprender por osmose graças ao incansável esforço do meu marido gringo. Meu time na modalidade College é o Hawkeyes – influência do meu marido de Iowa, e o meu profissional é o Jets, esse eu escolhi de coração depois de assistir toda a temporada de Hard Knocks com eles . Mas gente, todo sábado e domingo de ESPN não dá!

O jogo de futebol americano leva em média 3 horas (3!), o Superbowl leva umas 5! Quem mora no Brasil e reclama do marido que assiste o nosso futebol, reclama de barriga cheia! 90 minutinhos é super light e tolerável! Em um final de semana aturar 3-4 horas de jogo na TV é um compromisso para a tarde inteira!

Mas bem, como já desabafei o meu alívio, vou à lista de coisinhas que eu também adoro nesse dia tão especial:

Uma bela desculpa para sair da dieta e comer as famosas comidinhas, ou melhor, gordurinhas americanas que eu adoro! Barbecue Hot Wings, Nachos com queijo derretido, Pizza de Peperoni, Loaded Potato Fries (batata frita estilo restaurante Outback) tudo acompanhado de cerveja gelada, claro – Michelob Ultra (para quem ainda quer se segurar na dieta, dieta que?) ou no meu caso, Blue Moon com bastante laranja!

Red Carpet: Tem sempre famosos que vão ao jogo, e a entrada deles é do estilo de qualquer premiação de cinema de Hollywood, mas super casual! Eles contam piadas, torcem pelo time de preferência, ensaiam jogadas de futebol no tapete, enfim... Melhor do que assistir os jogadores que eu nem conheço se aquecendo no campo, né?


Os Shows de abertura e de Intervalo: Para qualquer artista musical do momento, aparecer no Superbowl é uma chance de “catapultar” vendas e sucesso, afinal esse é o maior evento em termos de audiência na TV norte-americana. Esse ano a Tailgate* Party conta com Maroon Five e o half time conta com os animadíssimos Black Eye Peas. Para dar uma idéia da projeção desses shows de Superbowl, um momento que ficou marcado na memória das famílias norte-americanas foi a infame performance da Janet Jackson onde ela “sem querer” deixou o sutiã cair cantando junto do Justin Timberlake em pleno horário nobre...Esse episódio foi tão comentado que até ganhou espaço no Wikipedia, o famoso Nipplegate. Crianças tapem os olhos!


Um evento político talvez inusitado para aparecer nesse bloco esportivo: Como a Fox esse ano é o canal que transmite o jogo (e tem uma visão abertamente republicana) obviamente quer ganhar cada segundo de audiência. Eles abriram um espaço para entrevista entre o Bill O’Reilly, apresentor político conhecido por ter um programa radicalmente republicano - The O'Reilly Factor - e o presidente Barack Obama, que é democrata. Ou seja, o encontro de titãs! Se a Fox não conseguiu a atenção do espectador, com futebol, musica e famosos, finaliza com a ultima isca – política!

E por ultimo o mais divertido: a hora de assistir comercial: Além de não ser o jogo em si, eles são bem produzidos e divertidos. Como cada segundo na TV é muito caro durante o jogo, as agências de marketing desenvolvem os melhores comerciais e mais engraçados justamente para esse momento. Como eu achava bacana assistir ao programa “Hora do intervalo” no canal Multishow , sou suspeita para falar desse momento. Para quem quer ver mais: Melhor de 2010/ Biscoito Doritos

Toda a superprodução desse evento. Clipes editados de momentos marcantes da história na voz de famosos, hino do país cantado por um famoso (não gente, não é a Danusa quem eu estou me referindo) e o fato de que tudo é em prol de um campeonato esportivo! Tem sensação de final de Copa do Mundo quando eu morava Brasil! Ah que nostalgia...

Por fim, como de praxe por aqui, apesar de ter um time, você sempre torce por um na final, eu torço pelo Green Bay Packers!

*O título desse post carrega o apelido dos torcedores de cada time – Packers (Wisconsin) são chamados Cheeseheads, pois é o maior Estado produtor de queijo nos EUA e o Steelers (Pittsburgh) com a Terrible Towel, uma toalha amerela que eles levam para o estado e rodam no ar durante o jogo inteiro. No estilo do pó de arroz nos jogos do Fluminense.

**Tailgate – E como o famoso “esquenta” antes das festas. Aqui as pessoas se reúnem no estacionamento do estádio do jogo, nas proximidades ou em casa mesmo, com barracas, cadeiras, isopor cheio, para se preparar e renuir os amigos para o jogo.

4 comentários:

  1. Ahhhhhhhhh, agora entendi que futebol americano está para os americanos assim como o futebol está para os brasileiros... Antes eu achava que era mais basquete aí... Dois comentários: se eu morasse nos EUA eu seria certamente OBESA, pois amo todas essas gordurites, como baked potato, hot wings, etc. E segundo: amei a propaganda dos Doritos! Kkkk! Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oie, estou adorando o blog e lendo TUDO, hahaha. Pretendo ficar 5 dias em NY e 5 dias em Orlando no próximo ano e a data foi escolhida justamente por causa do Super Bowl, então queria uma dica, você sabe qual o site oficial para venda de ingressos e a partir de quanto eles costumam custar? Eu achei uma imensidão de sites vendendo os ingressos desse ano, mas eram todos de cambistas. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,

      Fico feliz que tenha gostado do blog! Eu costumo usar os sites ticketmaster.com e o stubhub.com (esse é de revenda, ótimo para achar eventos com ingressos esgotados). Nunca tive problemas com nenhum dos dois. Recentemente eu reparei que o ticketmaster tbm tem uma opção de revenda de ingressos, o que pode te dar a chance de comprar um ingresso mais em conta (ela aparece quando você procura ingresso em uma categoria já esgotada e logo abaixo diz Try “Find Resale Tickets”). Eu achei ingressos para um jogo de hockey pela NHL (liga profissional) mais baratos lá do que no preço oficial, provavelmente alguém que ganhou ou é club member e não iria usar. Eu nunca fui ao Superbowl, mas já ouvi dizer que o valor é bem alto (os mais baratos saem por volta de uns 800-900 dólares se comprados oficialmente). Essa é a final dos jogos da NFL então muitos cambistas correm para faturar mesmo e vendem esses ingressos mais "baratos" pelo dobro ou triplo do valor. Boa sorte e boa viagem!

      Excluir
    2. Obrigada Gabriela, acabei de ver que começaram a vender uma opção VIP dos ingressos, vou esperar para ver se consigo comprar esses mais "baratos". Se você souber a data e horário que começam a vender e puder me avisar eu agradeço muito, porque até agora não descobri. :D

      Excluir