26 de jan de 2011

The City: NYC by insiders

 Union Square do alto - foto do Iphone com App Auto Stich (Detalhes abaixo - dica 7)

Eu já tinha ido a NY fazia alguns anos atrás e lembrava-me dos pontos turísticos e agitação da cidade. No dia em que tive a oportunidade de voltar (a trabalho), resolvi estender minha estadia ate o fim de semana e levar quem nunca tinha conhecido comigo, meu marido gringo. Agora o desafio: como mostrar essa cidade linda em um final de semana?

Para a nossa infinita sorte (e bolso), a prima dele, Laura*, nos escreveu um belo e-mail com lugares e dicas bacanas que valem a pena compartilhar. A Laura tem provavelmente o emprego que todo mundo um dia sonha: viaja o mundo fotografando e escolhendo locação para filmes de Hollywood. Um glamour só. E morou em Nova Iorque a vida toda (trabalhando por lá também).

1- Para transitar pela cidade a melhor opção é o metro (http://www.mta.info/nyct/subway/index.html) . Eficiente e segura. Melhor ainda é comprar o cartão e colocar uns 20-40 dólares e não ter que parar no guichê toda vez que passar na catraca. A variedade de pessoas que você encontra também vale o entretenimento, desde os mendigos procurando um lugar quente, turistas, modelos wanna be, locais mal humorados e por ai vai...melhor do que entrar na disputa por um táxi na rua.




Banheiro/banca da estaçao proxima ao nosso hotel....
 
2 - Carnegie Deli (Midtown 7th Avenue at 55th Street, fundada em 1937, aberta todos os dias de 6am as 4am http://www.carnegiedeli.com/home.php) O melhor lugar para se comer o típico de NY - Sanduíche de Pastrami e Cheesecake de sobremesa. Tudo e feito (curado, assado) no próprio estabelecimento. Quem olha de fora não acredita o quão grande é por dentro. Tão popular que tem uma fila permanente na porta e sentar-se em uma mesa com estranhos (ou famosos) faz parte da experiência. Prepare o estomago, pois as porções são generosas.



4 – Esqueça o Empire State, o mais novo rooftop paa visitar e o “Top of the Rock”(http://www.topoftherocknyc.com/). O topo Rockfeller Center. Tem ares de passeio turístico e o preço do ticket também. A experiência e dividida em 3 andares, e já começa no teto do elevador. Um vídeo no corredor de espera que conta a historia do prédio e como em qualquer atração, inúmeras oportunidades de comprar um souvenir e a foto-montagem de 20(!!!) dólares. No por do Sol a vista e imbatível.




Vista do alto do Rockfeller Center - Top of the Rock
 
O bom é que de lá você já pode ir caminhando ate a Times Square e testemunhar o caos humano e turístico.

5 – Campbell Apartment (89 East 42nd Street -Grand Central Station). Esse old-school-lounge-bar é quase tão secreto que se você não perguntar a quem trabalha por lá vai ser difícil de achar. Nos anos 20 funcionou como o escritório particular do John w. Campbell e alguns itens permanecem na decoração, como o cofre e o tapete de persa no mezanino. Os drinks estão longe de ser baratos, mas definitivamente valem o preço da autencidade do sabor e local. Ao entrar você tem a impressão de estar em algum filme onde mulheres estão de luvas compridas, carregando um porta-cigarros comprido e os homens entram de terno de veludo e deixam o chapéu na porta. Ouvi falar que muitas noivas com gosto pelo retro fecham o bar para casamentos (+- 400 dólares por pessoa). Tudo a ver com o local.




6- Oak Bar (Uptown, dentro do Hotel Plaza http://www.oakroomny.com/) . Com mesas aconchegantes e janelas amplas com vista do Central Park Ótimo para sentar-se num fim de tarde, praticar um people-watch e uma boa desculpa para perambular pelo hotel. Prepare o bolso, pois dentro do Plaza nada custa menos que 15 dólares (água da torneira não vale). No subsolo tem um mini shopping chique, uma coffee shop, e saindo pelos fundos já sai perto da famosa loja de brinquedo Fao Schwarz (do filme “Quero ser grande” ou “Big” com Tom Hanks).


Hotel Plaza -  entrada lateral com acesso para as boutiques e restaurantes

7- Union Square Green Market (Estação do Metro: Union Square). Acontece todos os sábados de manhã) Uma grande feira de arte, artesanato, alguns souvenirs, frutas, flores, e afins. O lugar onde os nova-iorquinos de Uptown fazem feira de legumes e frutas, apreciam artistas locais, tomam um copo de cidra de maçã (quente) e um donut fresquinho regularmente. Os cachorros também acompanham. Na parte Sul da praça, entre na loja Fllenes Basement e vá ate o ultimo andar e aprecie a vista panorâmica da cidade. Grátis e com cadeiras confortáveis.

8 – Reserve uma tarde para andar em Chinatown e NoLita ( North Little Italy) – Mulberry St, Elizabeth St e Mott St. Boutiques, cafés, restaurantes ótimos. Chinatown basicamente fica em volta da Mulberry Street, prepare a câmera para as cores vibrantes, pessoas e comidas esquisitas nas barracas de rua.



9 – Soho – Eu tive a impressão de que as ruas do Soho (Mercer, Greene e Sullivan) talvez sejam ou representem a Times Square que ainda não foi explorada tão fortemente pelas hordas de turistas, são chiques, boas caminhar, olhar vitrines e limpas. Pare para um lanche na Dean & DeLuca (http://www.deandeluca.com/) . Um festival de comidinhas e doces deliciosos que fica até difícil escolher. Quem um dia assistiu seriado Felicity vai apreciar.

10 – The Boat House Restaurant (http://www.thecentralparkboathouse.com/) – Que tal passear dentro do parque e parar para um belo almoço cheio de charme? Esse está localizado dentro do Central Park. O filme 27 Dresses, tem uma cena lá. O restaurante é super agradável, com um salão de vidro com vista para o lago e menu variado. Procure chegar cedo, pois sempre há filas de espera. Outra opção é tomar um drink na varanda ao lado do restaurante ou fazer um lanche no fast-food (mais em conta) que também fica dentro do complexo.



11 – Programação da cidade: Qualquer banca na cidade vende a “Time Out New York Magazine”(http://newyork.timeout.com/). Assim como a Pariscope de Paris, essa revista faz um pente fino em todas as atrações, shows, restaurantes, exposições, etc que estão agendados naquela semana. E bom dar uma olhada, pois tem sempre eventos grátis e as recomendações dos restaurantes são ótimas.

12 – Von (East Village, 3 Bleecker St http://www.vonbar.com/) – Esse bar lounge ficava bem próximo ao nosso hotel (http://www.thecoopersquarehotel.com/) e nos fomos lá algumas vezes. Agradável, discreto e a luz de velas, com diferentes ambientes, uns cantinhos aconchegantes para conversar e a noite rola um DJ bacana no subsolo. O publico e casual e nada pretensioso e o preço e simpático.




Suite do Cooper Square Hotel
 
13 – Ingresso da Broadway – No TKTS no meio da Times Square. Você compra ingresso para o show no mesmo dia com bons descontos. Cuidado que nem sempre os lugares são os melhores e para shows mais concorridos a seleção de lugares fica mais limitada ainda.




 Detalhes  do teatro do espetáculo Mary Poppins
 
*Quem quiser conhecer um pouco mais dessa pessoa incrível veja abaixo: “New York on the Clock: Laura Berning”. Se o link abaixo nao funcionar, segue o:  http://vimeo.com/5858558

Nenhum comentário:

Postar um comentário